Arte Ivan Jerônimo

Para se inscrever para a conferência, clique aqui

A “II Conferência Freire: Construindo a ponte entre educação popular e universidade” que acontecerá entre os dias 17 e 21 de outubro de 2022, é uma iniciativa internacional, multicultural e interdisciplinar, organizada por pessoas pertencentes a diversas instituições acadêmicas e movimentos sociais, e que tem como principal objetivo promover encontros de estudantes, cursistas, professores, educadores populares e pesquisadores de qualquer parte do mundo interessados em dialogar, difundir e produzir novas ideias e práticas da educação popular a partir dos pensamentos de Paulo Freire.

Estas são algumas informações básicas sobre a Conferência:

Comunicado para participantes (ouvintes) para colocar no site do evento

O comitê organizador da “II Conferência Paulo Freire: Construindo a ponte entre Educação Popular e Universidade” comunica que reflexões e ações sobre acessibilidade, desde uma perspectiva contracapacitista, têm sido realizadas, pois temos a convicção que a educação popular deve ser construída por todes, inclusive às pessoas com deficiência. Assim, as atividades propostas por este comitê, a dizer a conferência de abertura e fechamento, vão garantir a presença de intérpretes de Libras, audiodescrição e legendagem quando for necessário. Sabemos que essas ações não garantem uma acessibilidade universal, porém são feitas sobre uma base que leva em conta os recursos (materiais e humanos) com que contamos. Ressaltamos que, alianças com outras entidades para viabilizar mais recursos foram feitas, todavia nem sempre com sucesso. Ainda assim, o comitê está comprometido com a luta contracapacitista e está trabalhando para dar orientações às outras organizações que irão promover atividades durante a conferência, de forma que também consigam tornar os espaços mais acessíveis possível. Essa nossa luta não está acabada, falta ainda muito por construir, no entanto seguimos juntos esperançando como dizia Paulo Freire. Por isso, se você tiver interesse em fazer parte do núcleo de reflexão sobre educação popular contracapacitista pode preencher este formulário e caso também precise de alguma outra ação sobre acessibilidade que não foi contemplada acima, por favor escreva a freireconference@gmail.com e faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para garantir sua participação na conferência.


Programação

Aguarde novidades na programação!

Clique na imagem para ver as atividades presenciais da II Conferência Freire confirmadas para acontecer no Rio de Janeiro e em Cambridge. Para participar, você precisará preencher o formulário correspondente no link em vermelho.

Lembramos que nosso evento é híbrido, os formulários indicados são apenas para participação presencial nas sedes ou atividades externas. Em breve divulgaremos a programação completa. Os links de acesso para participação online serão enviados apenas para os registrados no Eventbrite. Se você ainda não cadastrou no Eventbrite, acesse agora aqui.


Convidamos você para participar dos eventos prÉ-conferencia. Clique nos banners abaixo e saiba mais.


Veja abaixo conferencistas já confirmados:

Heloise Rocha participa do Grupo Consciência Indígena, é professora da rede municipal de Belterra (Pará, Brasil) e Coordenadora Estadual do Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras em Educação Pública do Pará (SINTEPP) na pasta da Juventude Trabalhadora. É graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), tendo atuado no movimento sindical Oeste do Pará, no movimento indígena e no movimento feminista.
Roberto Leher Ã© biólogo, pedagogo e Professor na Faculdade de Educação e no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no programa Estado, Trabalho e Movimentos Sociais. Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo (1998), desenvolve investigação sobre políticas públicas em educação. É ativo no Colectivo de Estudos em Marxismo e Educação (COLEMARX). Investigador no CNPq, Cientista do Nosso Estado (FAPERJ) e colaborador da Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), e ex-Reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
Maria Cristina Quirino Ã© uma das Mães de Paraisópolis, movimento de luta das mães por justiça para o assassinato de seu filho Denys Henrique e outros oito jovens pela Polícia Militar do estado de São Paulo em um baile funk na comunidade de Paraisópolis, periferia de São Paulo, no dia 1 de dezembro de 2019. É também militante da Rede Emancipa.
O Professor Thomas Tufte é o Director do Institute for Media and Creative Industries, Universidade de Loughborough em Londres no Reino Unido. Ele é um estudioso e líder internacional no campo da comunicação para a mudança social. Um sociólogo cultural por formação, o professor ocupa cargos como Professor Extraordinário na Universidade do Estado Livre e como Associado Sênior de Pesquisa na Universidade de Johannesburg, ambas na África do Sul. Tufte é membro da Academia Europea. Sua especialidade e experiência reside em explorar criticamente as inter-relações entre textos/fluxos/graus da mídia, práticas comunicativas e processos de engajamento cidadão e mudança social. Nos últimos anos, ele tem se concentrado no engajamento cidadão, muitas vezes no contexto dos movimentos sociais, e questionado sobre a condição da comunicação na vida cotidiana e como ela se relaciona com os processos de mudança social e desenvolvimento democrático. Uma de suas fontes de inspiração é Paulo Freire, que conheceu algumas vezes nos anos 80 enquanto trabalhava com o movimento social e o desenvolvimento democrático na América Latina.
Alfa dos Santos Silom de Guiné-Bissau (guineense) é graduado em Letras pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB) Campus dos Malês em São Francisco do Conde – Bahia. Atualmente é mestrando pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) no Programa Língua e Cultura. Pesquisador no Grupo de Estudo, Extensão e Pesquisa Interdisciplinares em Linguagem e Sociedade (GEPILIS) da UNILAB. Membro do “Projeto Vertentes do Português Popular do Estado da Bahia”, Coordenador da Rede Emancipa Guiné-Bissau e professor voluntário da Rede Emancipa Malês.

Histórico

A primeira Conferência Freire, “Os Pensamentos de Paulo Freire na Atual Pesquisa em Educação”, organizada pelo Cambridge Latin American Research in Education Collective (CLAREC) e pelo movimento social de educação popular Universidade Emancipa, aconteceu em novembro de 2021 na Universidade de Cambridge, Reino Unido. Esta conferência fez parte de uma série de eventos de duas semanas “Paulo Freire 100th Anniversary”: Comemorando seu legado na educação“.

Esta celebração envolveu cerca de 1260 participantes de diferentes regiões do mundo e 14 iniciativas, tais como palestras, grupos de leitura, seminários e workshops, organizados por 16 entidades parceiras, incluindo grupos de pesquisa e coletivos do Brasil e do Reino Unido. Os eventos e a instalação do busto de Paulo Freire na Universidade de Cambridge, que também fez parte do programa cultural e acadêmico, tiveram significativa visibilidade dentro e fora da comunidade universitária e foram reconhecidos como uma iniciativa coletiva inspiradora pela Universidade de Cambridge.

This image has an empty alt attribute; its file name is 121791637_thumbnail_image2-2.jpg

A imaginação, a conjectura em torno do mundo diferente do da opressão, tão necessários aos sujeitos históricos e transformadores da realidade para sua práxis, quanto necessariamente faz parte do trabalho humano que o operário tenha antes na cabeça o desenho, a “conjectura” do que vai fazer. Aí está uma das tarefas da educação democrática e popular, da Pedagogia da esperança – a de possibilitar nas classes populares o desenvolvimento de sua linguagem, jamais pelo blablablá autoritário e sectário dos “educadores”, de sua linguagem, que, emergindo da e voltando-se sobre sua realidade, perfile as conjecturas, os desenhos, as antecipações do mundo novo. Está aqui uma das questões centrais da educação popular – a da linguagem como caminho de invenção da cidadania.

Paulo Freire, Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido

A segunda edição da Conferência Freire propõe ampliar os limites e ultrapassar as barreiras que separam comunidades acadêmicas (especialmente aquelas pertencentes às instituições mais tradicionais e hegemônicas) da educação e do conhecimento popular, promovendo encontros, relações e espaços democráticos que tenham em comum o esforço pela transformação e justiça social.

Objetivos

A “II Conferência Freire: construindo a ponte entre educação popular e universidade” tem como objetivo disseminar e produzir novas idéias e práticas de educação popular baseadas no pensamento de Paulo Freire. Acreditamos que o legado de Paulo Freire continua presente e relevante. A atualização de suas idéias – e, acima de tudo, a reflexão crítica sobre a práxis ou a prática educacional consciente – impulsiona o debate e o diálogo para desenvolver uma educação democrática e democratizadora. Nossos principais objetivos com esta iniciativa são:

🗨 Promover espaços inter e pluriculturais, democráticos e populares capazes de desafiar as limitações, segregações e exclusões comuns aos processos acadêmicos meritocráticos a fim de privilegiar a participação de todas e todos que tenham interesse em submeter seus trabalhos independentemente da formação acadêmica dos autores e das autoras, e do estágio na trajetória estudantil.

🗨 Consolidar o evento como uma iniciativa recorrente e anual, para que se torne um espaço permanente no qual estudantes, jovens e adultos, de diferentes origens, culturas, instituições e estágios da trajetória estudantil possam se encontrar, se relacionar e promover, a partir do encontro de perspectivas diversas, diálogos e novas propostas para a educação popular e emancipatória que Freire imaginou, praticou e teorizou.

🗨 Desenvolver novas abordagens e metodologias de encontro e troca de saberes, partindo da ideia do que pode vir a ser uma “conferência de estudantes” na perspectiva da educação popular. Neste sentido, este projeto é organizado com o envolvimento de autoras e autores que apresentaram trabalho na conferência de 2021, como forma de mobilizar para construção de um novo ciclo, compartilhando princípios fundamentais do trabalho intelectual e de pesquisa coletivizado e do incentivo permanente para o desenvolvimento individual na perspectiva da educação popular;

🗨 Difundir e fortalecer globalmente a obra de Paulo Freire reconhecendo e legitimando sua importância no campo da educação, principalmente diante do atual contexto dos frequentes ataques de forças reacionárias conservadoras que tentam remover da educação seu caráter libertador e emancipador.

Formato

A conferência será estruturada e baseada em três formatos de atividades: Expositivo: conferências e grupos de trabalho;
Artístico-cultural: apresentações, exposições;
Dialógico: conversas abertas para formação de redes de pesquisa e engajamento.

Além disso, para democratizar o acesso a essa iniciativa, seja através da apresentação de trabalhos ou da participação dos encontros, esta conferência será gratuita e com possibilidade de acesso online, com traduções em inglês, português ou espanhol.

Todas as atividades deverão promover a integração inter e pluricultural entre saberes formais, não formais e comunitários. Isso implica compreender os ambientes culturais e territoriais como conjuntos de valores e padrões prévios e que orientam vivências e práticas educativas. Dessa forma, as atividades da conferência se centram no estímulo ao entendimento mútuo, reconhecimento das diversidades e expansão da consciência a respeito de si, do mundo e das formas de enfrentamento das desigualdades e transformação social possibilitadas pela educação popular.

Grupo de Leitura

Como parte da “II Conferência Freire: Construindo a ponte entre educação popular e universidade”, nosso Grupo de Leitura convida tod@s a ler, sentir e dialogar a obra de Paulo Freire: “Extensão ou Comunicação”, uma inspiradora provocação para refletirmos juntos sobre que “pontes” queremos construir, e em direção à que “educação popular”. Nos encontraremos às segundas-feiras, dias 10 e 24 de outubro às 14:00 Brasil/Chile (18:00 UK) de maneira online via Zoom. Se você tem interesse em participar dessa nova leitura conosco, preencha este novo formulário – https://bit.ly/freireconference . Este convite é aberto, então fique à vontade para repassá-lo para seu ciclo de contatos.

Sobre a Arte

ivanjeronimo.com.br

Informações de Contato

Se você tiver alguma pergunta ou comentário, por favor, entre em contato conosco em freireconference@gmail.com
%d bloggers like this: